O Peer-to-Peer Lending (P2P), ou Empréstimo entre Pessoas, é um modelo de investimento no qual pessoas e empresas buscam financiamento diretamente com investidores, sem a intermediação de um banco. A maneira como o P2P funciona e suas principais vantagens se devem, principalmente, ao uso da tecnologia e a desintermediação dos bancos.

Saiba mais sobre o surgimento do P2P Lending aqui.

COMO FUNCIONA O P2P LENDING

Tudo funciona através de uma plataforma online. Para o investidor, o Peer-to-Peer Lending é um marketplace de solicitantes onde ele pode visualizar todas as propostas de financiamento.

Com as informações em mãos, o investidor coloca dinheiro nas propostas que preferir de acordo com a sua estratégia de diversificação que leva em conta o rendimento, prazo e detalhes do projeto. Depois é só acompanhar todas as informações no perfil online criado na plataforma.

Para quem solicita financiamento o caminho também acontece em poucos passos. Basta entrar na plataforma, fazer um breve cadastro e informar quanto precisa para o projeto. Se aprovada, a solicitação fica visível para que os investidores financiem (como no passo anterior).

Dessa forma o ciclo do empréstimo entre pessoas está concluído, tudo é formalizado online e sem complicações!

VANTAGENS DO P2P

Para quem solicita

  • Com a tecnologia como aliada é possível criar um processo totalmente online com poucos passos.
  • Operações mais enxutas e baratas, dessa forma:
  • Menores taxas de juros!

Para quem investe

  • P2P é ideal para diversificação de portfólio.
  • Também é possível diversificar dentro da plataforma, investindo em cotas diferentes.
  • Rendimentos melhores que a renda fixa.
  • Estrutura enxuta, menor custo operacional.
  • Tira o banco da operação eliminando o spread. Você escolhe as cotas de acordo com o Risco x Retorno e prazo que achar melhor.
  • Você investe na economia real, ou seja, coloca o seu dinheiro diretamente na cadeia produtiva brasileira e incentiva o crescimento das empresas.
  • Logo, você sabe para onde o seu dinheiro está indo.
  • Por fim, o P2P oferece um rendimento maior do que a poupança e CDI com risco diferente e um ritmo mais amigável do que a Bolsa de Valores, por exemplo.

LEIA TAMBÉM: Porque a MOVA é uma das melhores opções de P2P no Brasil


4 comentários

Porque a MOVA é uma das melhores opções de P2P no Brasil - MOVA · 4 de julho de 2019 às 18:57

[…] você ainda não sabe exatamente o que é o P2P, leia este post que a gente explica (depois volta para […]

Qual a diferença entre juntar dinheiro e investir? - MOVA · 4 de julho de 2019 às 19:05

[…] Já investe? Inclua o P2P Lending na sua carteira. Saiba como funciona e quais as vantagens. […]

Entenda o que é e como a taxa Selic afeta os investimentos - MOVA · 15 de janeiro de 2020 às 14:22

[…] básica de juros da economia brasileira, e serve como referência para operações de crédito e investimentos. O que pouca gente sabe é que SELIC é a sigla para Sistema Especial de Liquidação e […]

Como entender qual meu perfil de investidor? - MOVA · 28 de janeiro de 2020 às 11:20

[…] Com isso, normalmente a carteira de um investidor moderado combina uma maior parte de aplicações de renda fixa com alguns ativos que oferecem uma chance de rentabilidade maior, o que inclui alguns fundos (imobiliários, de ações ou multimercados), debêntures ou mesmo em novidades, como o investimento em P2P lending. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *